segunda-feira, 20 de junho de 2016

Postado por Otoya M. 17:57 in , ,
Fala galera!
Aqui é o Otoya, hoje trazendo um texto um pouco diferente, nós da U-Rider visitamos o Fest Comix, e é claro, vamos contar tudo. 

Então vem comigo! 

O passeio começa antes mesmo de eu chegar ao evento, no trajeto  trem/metrô me deparo propagandas que revelam muito sobre São Paulo.

Naruto Online

Anúncio Fest Comix (Sim, é pra lá que vamos)
 

Chegando no meu destino, o Metrô Jabaquara acho fácil o transporte pro São Paulo Expo, e logo consigo pegar a van, sem filas (diferente da CCXP que acontece no mesmo lugar mas vai muito mais gente).
Entrada do pavilhão onde aconteceu o Fest Comix
Entrando no evento, logo vejo uma bela exposição comemorando 75 anos de Mulher Maravilha e Capitão América, com desenhos de diversos artistas.



Bem, como é meu costume em eventos, usei o primeiro dia pras compras (Por ser o dia que vai menos gente, e que tem menos atrações), e logo descobri que a Fest Comix é o LUGAR CERTO pra quem quer comprar quadrinhos, esse é o principal atrativo da feira, e eles fazem isso MUITO bem, vários estandes com ÓTIMOS preços, e é claro, eu sai de lá carregando peso :p

Entre as compras teve:

-Ano Hana #1 (Mangá/Editora JBC): O lançamento da JBC no evento, que mangá ótimo! Eu conheci a obra pelo filme (que descobri ser bem fiel ao Mangá quando li), é triste, choroso, divertido, é PERFEITO, e super recomendável, o mangá é sucesso já teve anime e é claro o filme (que está disponível na Crunchyroll)

-Fate/Zero #1 (Novel/Editora NewPop): Ainda não li esse livrinho que tem o selo NewPop de edição linda. Mas mais do que a beleza, o que me chamou atenção nessa novel foi o autor: Gen Urobuchi. Se não conhece o nome posso te dizer que eu conheci o trabalho desse mito quando ele escreveu o roteiro da série Kamen Rider Gaim, então eu estou muito animado, e bem, se tiver metade da qualidade que ele pôs em Gaim já tá ótimo.

-O Questão: Zen e a Arte da Violência (DC Comix/Panini): Conheço bem pouco pra não dizer nada sobre esse personagem, a única imagem dele que me vem a cabeça é do desenho Liga da Justiça Sem Limites, onde ele é um dos personagens mais geniais que já vi, sou fanboyolão da DC e assumo isso, não é como se o Questão fosse o Batman e tivesse material dele espalhado por ai, então embora com receio, peguei o encadernado dele.


Além desses também comprei  Batman no Brasil, Fanboy 1-3(DC), Knights of Sidonia #1, 5 centímetros por segundo #1, Universo DC #15, Aranhaverso 3-4 e Birds of Prey #0. 


Bem, agora vamos pro que me atraiu pro evento?
ANIMASATO 


O espaço dedicado a Sato Company estava bem fácil de identificar, com Banners e posteres de Anime, Tokusatsu e Terror Japonês.

 Na programação de Sexta feira rolou:
-Turma do Ronaldinho
-Doraemon
-Street Fighter
-Ghost Hound

-Diabolik Lovers
-High School of the Dead 
-Devil May Cry
-Jormungand 

 Street Fighter vai agradar os fans e quem quer rever a obra, Doraemon e Ronaldinho são ótimos pras crianças...

Mas vamos as novidades! Dos animes novos só não vi o Jormungand, mas aparentemente lembra muito Black Lagoon. Ghost Hound e Diabolik Lovers foram exibidos dublados (Pra quem diz que não lançam animes dublados, ta ai). 

Ghost Hound me impressionou muito, a história começa cheia de mistérios, e os primeiros episódios não chegam entregando aquilo que você lê na sinopse, a trama é intrigante e desperta a curiosidade do espectador, eu quero muito ver o resto.


Diabolik Lovers... Eu defino Diabolik Lovers como "a parada mais errada que eu já assisti" se você está esperando um romance clichê de "garota se apaixona por garoto e fim." você esta completamente enganado. Imagine uma mistura de Crepúsculo com 50 Tons de Cinza, agora imagine isso em um harém reverso, isso é Diabolik Lovers. O Anime conta a história de uma garota indefesa que é mandada pelo seu "suposto" pai pra morar numa casa com ikemens vampiros (É lógico que ela não sabia), a garota é obrigada a permanecer na casa, ameaçada de morte se tentar fugir, e tem que viver ali sendo tratada como objeto dos irmãos que "violentam" a garota. 


High School of the Dead foi outra surpresa boa, eu como bom pré-conceituoso achava que o Anime/Mangá se resumia a zombies e garotas peitudas, mas ao assistir os primeiros episódios eu vejo uma história legal, uma forte carga dramática, personagens interessantes, mistérios, e por mais incrível que pareça os episódios conseguiram me convencer que um grupo de estudantes japoneses talvez consigam sobreviver a um apocalipse zombie (Mas não deixa de ser um anime com ZOMBIES e GAROTAS PEITUDAS). Pelo pouco que vi, parece que o anime MERECE o sucesso que faz.

Este foi o primeiro dia do Fest Comix, logo postarei como foi o Sábado e o Domingo, então fiquem ligados!

0 comentários:

Postar um comentário

Destaque