quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Postado por Otoya M. 12:08 in , , ,










Com a notícia do vindouro filme do Jaspion pela Sato Company, a comunidade brasileira de Tokusatsu de forma geral está comentando o assunto, e vemos diversas opiniões tanto pessimistas como otimistas em relação ao novo e inusitados projeto.


Quem me conhece sabe que um sou um ser de luz que está sempre acreditando que o melhor pode acontecer, sou o famoso "otimista", e assim como todos os fãs (mesmo os que torcem o nariz) quero que o filme seja ótimo, faça um baita sucesso e que o Tokusatsu faça cada vez mais sucesso em terras tupiniquins.





E na intensão de mostrar que pode dar certo, eu resolvi mostrar o que eu acho que precisa pra dar certo, uma receita infalível (ou não) a ser seguida, então sigam o textão e depois sintam-se livres pra concordar ou discordar (e talvez sair xingando, quem sabe?). No texto tentarei fundamentar meus argumentos traçando paralelos entre outras coisas já lançadas, e usa-las como exemplo do que deve ser feito, então, divirtam-se:

O QUE O FILME BRASILEIRO DO JASPION PRECISA PRA DAR CERTO?
1-Calibrar a Expectativa
Bem, como diz o ditado "Quanto maior o gigante, maior a queda", se tratando de um investimento (independente de qual seja) a frase é apropriada, ter uma expectativa muito alta é o primeiro passo pra se decepcionar, e a Toei entende isso, prova disso é a migração dos Metal Heroes pro Home Video (DVD/Blu-ray) uma mídia onde as expectativas são mais baixas, e o resultado? Cada vez mais V-Cinemas são feitos, os fãs ficam felizes e todo mundo ganha.





É claro que a intenção não é desincentivar planos mais ousados, mas segundo outro provérbio conhecido: "O tolo aprende com os seus erros, o sábio aprende com os erros dos outros", e a Toei já "falhou"? Bem, a Toei já TESTOU muita coisa, especificamente em 2012 ela fez testes com a franquia Metal Hero no cinema e usando o seu mais famoso, o pioneiro do gênero: GAVAN, num primeiro momento foi lançado um crossover com o Super Sentai em evidência na época (Gokaiger) o filme fez mais de 6 milhões de dólares na bilheteria japonesa*, então no mesmo ano foi lançado o remake do herói que teve a bilheteria de $1,810,856, o resultado? Uma nova estratégia que foi trabalhar o herói em outra mídia.





2-As vezes o BÁSICO é o MELHOR

Algo que com certeza preocupa os fãs de Tokusatsu é como vão ser as atualizações, em 2017 a franquia Power Rangers ganhou o seu reboot, a atualização dividiu opiniões, o visual foi aceito por alguns mas causou estranheza em outros, e esses "outros" são a maioria do provável público alvo do filme do Jaspion.
Novamente a Toei já deixou dicas, um clássico é um clássico, e isso deve ser levado em conta ao homenageá-lo, um Metal Hero não é um herói da Marvel (embora o Pantera Negra seja um Kamen Rider) as atualizações tem que fazer sentido pro universo ao qual propõe recriar. Nesse sentido os novos Uchuu Keijis são um exemplo de que mudar nem sempre é necessário, as armaduras são essencialmente as mesmas usadas pelos seus antecessores e mesmo assim continuam na moda. Mas pegando um exemplo de mudanças, temos Kamen Rider The First/The Next que re-apresenta os heróis num estilo mais moderno e hurbano, ou Tokumei Sentai Go-Busters (o vindouro Power Rangers com roupas de couro), ambos exemplos de obras que se propõe a atualizar mas são imediatamente identificáveis.



3-ROTEIRO
Tá certo que o Tokusatsu deve o nome do gênero à tiro porrada e bomba, mas é importante ter uma boa história por trás disso, e temos MUITOS exemplos de boas histórias por trás das faíscas e maquetes. Temos bons roteiristas no Brasil, temos MUITAS ótimas produções nacionais, mas acredito que além de um bom roteirista precisamos de um bom roteirista que entenda de (ou esteja disposto a entender) Tokusatsu, como não costumamos ver muitas produções nacionais no cinema ou na TV com essa temática de Super Herói, só consigo pensar imediatamente em quadrinhos, talvez Fabio Yabu (conhecido por Combo Rangers) seja o roteirista ideal :p Mas o ponto é, o roteirista terá o trabalho de mesclar a cultura brasileira com a representação do Japão que vemos em Tokusatsu, e esperamos uma bela história de um herói, ou vocês acham que é só falar uma frase de transformação e ir pra porrada? (e talvez seja só isso mesmo)

4-REPRESENTATIVIDADE
Opa, chegou a hora de LACRAR.
É evidente que as discussões sobre representatividade estão em alta nos últimos anos e espero que continuem, porque ainda são necessárias. Além dos vários casos de adaptações Hollywoodianas de Mangás/Animes que foram amplamente criticadas pelos fãs (que foram ignorados) no Brasil um caso relativamente recente na TV foi a novela "Sol Nascente" que trouxe atores brancos no papel de personagens japoneses. 
Embora alguns provavelmente argumentem que o elenco PODE ser majoritariamente branco por ser uma produção brasileira, ou por ser uma obra de ficção-científica com personagens que são robôs ou alienígenas, argumentos pros personagens poderem ser brancos não explicam o PORQUE deles não poderem ser asiáticos (e falar que não acharam um ator japonês que fale inglês também não). O Tokusatsu foi o primeiro contato de uma grande parte dos brasileiros com a cultura japonesa, e muitos graças a esse primeiro contato se apaixonaram, num dos país com cerca do 1.9 Milhões de descendentes de japoneses, não ter uma forte presença de atores asiáticos numa produção que representa o vínculo entre esses 2 países seria no mínimo uma gafe, mas é claro que o filme não pode e muito menos deve ter SÓ japonês, o Brasil é um país miscigenado e isso PRECISA ser visto no filme.
Levando pro lado capitalista da coisa, usar representatividade pra ganhar dinheiro é válido, funciona pra diversas empresas, desde a que faz o Shampoo perfeito pro seu crespo ao cantor de rap que tem a própria grife, é uma oportunidade de se promover do jeito MAIS QUE CERTO.



5- CAMEO
Esse item, embora não seja considerado parte essencial de um filme, é um tempero a mais. Participações especiais fazem o público se identificarem com a produção ao reconhecerem seus ídolos na tela, é um jeito legal de fazer com que o público se sinta parte da obra, no caso do Jaspion, esperamos a participação de nomes conhecidos ligados ao Tokusatsu, preferencialmente mas não se limitando à atores.
De exemplo nesse sentido tivemos no Brasil o clipe do cantor Ricardo Cruz, onde o ator Hiroshi Watari (Sharivan, Boomerman em Jaspion) interpretou o herói do clipe, e na Indonésia o ator Tetsuo Kurata (Kamen Rider Black) e o cantor Gackt (op de Kamen Rider Decade) participaram em BIMA um Tokusatsu feito no país. 
Então tá mais que confirmado que não é impossível atores japoneses fazerem ao menos uma ponta no filme (até porque né, os caras tão aqui no Brasil direto pra evento, é só organizar direitinho).



 


6-ORÇAMENTO/NÍVEL DA PRODUÇÃO
Bem, acima já falamos sobre ter uma expectativa equilibrada e sobre se manter no básico, é obvio que não esperamos algo no nível da Marvel nos cinemas, e provavelmente não teremos algo no mais alto nível do cinema japonês, mas queremos algo dentro do nível esperado de um Tokusatsu e não abaixo disso, no já citado clipe NACIONAL de On The Rocks tivemos um baita exemplo de empenho e apreço, algo que é necessário pro filme do Jaspion, então botem tudo no papel: Locações, figurino, maquiagem, cenários, material pros efeitos pirotécnicos (tem q ter EXPLOSÃO de Q U A L I D A D E), veículos, etc, e claro, os profissionais qualificados para trabalharem em cada área.



7-ARTISTAS QUE CHAMEM PÚBLICO
Não, não é piada, mas já pensou na possibilidade de ter Anitta cantando o tema do filme? Ou quem sabe algum Youtuber no elenco? Se você não pensou eu espero que a Sato tenha pensado. Independente da Síndrome de Underground da galera, se queremos que o filme faça sucesso precisamos de algum modo torná-lo atrativo pro público em geral (mas Jardel, porque ter um artista pra chamar o público, o Jaspion precisa disso?) bem, toda ajuda é bem vinda, pelo que fiquei sabendo, a maior bilheteria nacional em 2017* foi o "Fala Sério, Mãe!" protagonizado pela atriz EXTREMAMENTE popular com o público pré-adolescente Larissa Manoela, seguida por Polícia Federal, um filme que deve o sucesso ao momento, em terceiro "Os Parças" que reúne VÁRIOS famosos do Youtube e TV.
O recurso de trazer artistas conhecidos pra chamar público é comum no Tokusatsu, alguns devem se lembrar de Ultraman Saga e Kamen Rider W que tiveram no elenco meninas do AKB48 (o Idol Group mais famoso do Japão), ou dos vários comediantes conhecidos da TV japonesa que atuaram em séries Tokusatsu... Na parte musical a franquia Kamen Rider tem o apoio da Avex, uma das maiores gravadoras do Japão, e que sempre seleciona artistas POPULARES no Japão pra cantar temas de abertura pras séries e alguns temas pra filmes (aliás, Anitta >>>>>>>>>>>> Beverly), seria bom se o filme do Jaspion seguisse o exemplo. (Sei que é complicado, não estou falando de "trair" os fãs pra trazer o público geral, estão falando sobre trabalhar pra que os 2 públicos se entendam, com certeza vai ter muita gente rejeitando a ideia, mas não dá pra agradar a gregos e troianos)



8-MARKETINGBem, com certeza a Sato Company está contando com a divulgação nas mídias sociais, e com certeza a notícia vai ser comentada à exaustão entre os fãs, ESSA SEMANA. O filme está previsto pra estrear em 2019 (espero que no 2º Semestre, de preferência no fim do ano porque tem que tar tudo prontinho bonitinho) e a única informação que temos é que o elenco será divulgado em Agosto num evento em comemoração aos 110 anos da Imigração Japonesa, espero que não seja só isso. Até agosto provavelmente não teremos trailer ou foto do elenco então provavelmente as coisas vão ser bem tranquilas, mas coisas tranquilas não é o que queremos, QUEREMOS HYPE, espero com sinceridade que a Sato Company capriche na divulgação do filme, com bons trailers, várias campanhas, cartazes maravilindos e marcando presença nos EVENTOS, queremos stande no Anime Friends, mais seções de Tokusatsu no cinema pra manter o pessoal interessado, um stande SENSACIONAL na CCXP (quem sabe com a roupa do filme exposta ao lado de outros heróis que a empresa também representa [se já estiver pronta]), e por ai vai.




9-KOICHI SAKAMOTO (esse é o mais importante)
Bem, com certeza todo mundo tá com um pé atrás, e eu me incluo nisso, embora a ideia de uma produção nacional seja sensacional é bom contar com quem entende, e novamente citando um exemplo envolvendo Tokusatsu fora do Japão, temos na Coréia um caso muito parecido com o do novo Jaspion que é Dino Force Brave. A série Zyuden Sentai Kyoryuger foi exibida na Coréia do Sul e teve resultados excelentes, então os coreanos resolveram fazer mais, então criaram Power Rangers: Dino Force Brave, com um elenco coreano, novos uniformes (mas nada muito diferente), e na direção? KOICHI SAKAMOTO, um ótimo diretor que tem experiencia de sobre com as produções japonesas e suas adaptações (sim, ele trabalhou MUITO com Power Rangers). Não nego que o responsável pela volta do MacGaren e da Benikiba, diretor dos filmes que consagraram a nova geração de Detetives Espaciais (sim, to botando o currículo dele aqui, mandem pra Sato Company) seria a MINHA escolha pra direção do filme, mas o ponto que quero destacar é que seria ideal ter pessoas que já trabalharam com Tokusatsu na equipe criativa, seja o Diretor, Diretor de Ação, Produtores ou na confecção de figurinos e cenários, ou talvez o pessoal da Toei dando uma consultoria nesse sentido só monitorando o que tá sendo feito e avisando o que tá bom e o que não tá.


Se achou o exemplo coreano distante demais, temos exemplos semelhantes em produções nacionais, o filme Plastic City rodado no Brasil foi dirigido por Yu Lik-wai um diretor de Hong, a música foi composta pelo japonês Yoshihiro Hanno, e no elenco temos tanto atores asiáticos como o Japonês Joe Odagiri (sim o KAMEN RIDER KUUGA) e o chinês Anthony Wong (Ip Man 2) e atores brasileiros como Tainá Müller (O Outro Lado do Paraíso), Milhem Cortaz (Tropa de Elite) e Phellipe Haagensen (Cidade de Deus).

Tivemos também o filme Besouro de 2009 que conta a história do capoeirista Besouro Mangagá a quem foi atribuído vários feitos heroicos, o filme teve lutas dirigidas por Huen Chiu Ku que é conhecido por Kill Bill e trabalhou em filmes como Kung-fusão, O Tigre e o Dragão e Romeo Tem Que Morrer.
Direor Yu Lik-way com parte do elenco e equipe de Plastic City



10-APOIO DOS FÃS
Bem, nos itens anteriores a nossa participação como fãs é limitadíssima , o poder não está em nossas mãos e só nos cabe sugerir e torcer, mas e então, no que podemos ajudar? Não vou mandar ninguém fazer nada que não queira, acredito que é parte da obrigação do "influêncers" (blogueiros, podcasts, youtubers, criadores de conteúdo de modo geral) do nosso meio fazer a divulgação das notícias relacionadas ao tema e levar a informação aos seu público, e espero que façam isso. Como fãs de modo geral podemos contar com o poder das mídias sociais compartilhando o conteúdo que achamos legal (ou seja, haja naturalmente), também seria bom mostrarmos apoio por consumirmos (e incentivarmos o consumo) os Tokus que chegam aqui por meios oficiais, pra mostrar que o fandom tem interesse e que vale o investimento ( e ae, já assistiu o Garo Red Requiem na Netflix? É inscrito no canal da Tokusatsu TV? Vai ir ver Attack on Titan nos cinemas?). No mais, vamos torcer pra que tudo dê certo.








*Bilheterias segundo: Box Office Mojo

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

Postado por Otoya M. 10:45 in , , ,


MEU HYPE TÁ NAS ALTURAS MEUA MIGO
A Sato Company acaba de divulgar (via Omelete) que em comemoração aos 30 anos da chegada da série "Kyojuu Tokusou Juspion" (aka: O Fantástico Jaspion) no Brasil, será produzido pela empresa um remake do herói.


Desde meados de 2015, a Sato Company anunciou que trabalharia com Tokusatsu e várias outras produções asiáticas oficialmente no Brasil, de lá pra cá tivemos filmes na Netflix, exibições no cinema, o Wow! Play e desde o ano passado a Tokusatsu TV no Youtube, mas nada disso chega perto dessa novidade.
Com a autorização da Toei, a Sato Company produzirá um filme do Tokusatsu de maior sucesso no Brasil, o Jaspion. Com previsão de estréia pra 2019, o elenco e equipe do longa devem ser anunciados em um Festival de Cinema Japonês que será realizado em Agosto em comemoração aos 110 anos da Imigração Japonesa ao Brasil.



Estamos bastante empolgados com a produção do longa. Resgatar um dos mais expressivos tokusatsu exibidos no Brasil, tendo a oportunidade de criar uma nova história e dar um update no personagem será um desafio encantador. Para nós, é uma honra ter tido a permissão de realizar esse sonho”- Nelson Sato (Sato Company)

 Este é o melhor momento para lançarmos o filme, são 110 anos de imigração japonesa no Brasil e 30 anos da série.  Nosso parceiro para essa produção é a Sato, que conhece o mercado há mais de três décadas, tendo sido a grande responsável pela introdução do conteúdo japonês no Brasil”-Yusei Nagamatsu (Toei Company)

Aguardamos mais novidades sobre a produção. 

terça-feira, 20 de fevereiro de 2018

Postado por Otoya M. 16:03 in , ,

Com estréia marcada pra 1º de Março no Japão, o mais novo filme da Marvel "Pantera Negra" teve sua primeira exibição dublada em japonês na segunda (19/02) para um público de cerca de 500 pessoas.
Em comemoração no evento estava presente a Idol Kanako Momota (Momoiro Clover Z) que dubla a irmã mais nova do protagonista: Shuri uma garota genial responsável por grande parte da tecnologia de Wakanda incluindo os muitos acessórios do Pantera Negra (a personagem é interpretada pela atriz guianesa Letitia Wright que retornará ao papel em Vingadores Guerra Infinita)


Mas a surpresa do evento foi quando as luzes apagaram e surgiu o ator Hiroshi Fujioka (Kamen Rider Ichigo) que alegou ter se perdido por ali enquanto procurava pelo reino de Wakanda.

Comentando sobre o filme o nosso querido Hongo Takeshi disse: "Essa é a história sobre nascimento de um novo herói. A ação do filme é maravilhosa, mas além disso há sentimento e uma mensagem, isso é realmente maravilhoso! Essa mensagem ecoará no meu coração".
Como no filme a história se centra no crescimento do personagem pra se tornar um "verdadeiro herói", o Fujioka-san que já tem experiencia como herói comentou o que é necessário pra se tornar um herói e ele respondeu: AMOR.
"Um grande amor, amor para proteger a família, amor pra proteger o país, amor para salvar o mundo, eu acredito que o amor é tudo".


Segundo o site, um vídeo mostrando a expedição do Hiroshi Fujioka em busca do reino de Wakanda será divulgado em breve (será que teremos um Kamen Rider com roupa de Vibranium?)

O filme Pantera Negra já está em cartaz no Brasil.
Escrito por: Otoya
fontes: Disney JP, MAiDiGiTV

sábado, 10 de fevereiro de 2018

Fala galera!
Bem, como um bom fã do Cinema Oriental, fico sempre na expectativa sobre o que pode chegar por aqui, e essa listinha aqui vai ser compartilhada convosco para que vocês possam surtar comigo... Então vamos lá:

1-Blade: A Lamina do Imortal (Mugen no Junin)
Bem, sobre esse eu já falei anteriormente, ele jáestá disponível no Itunes e no Looke pra quem quiser comprar ou alugar.



2-Fullmetal Alchemist
O filme dos amados Irmãos Elric já está confirmadasso pro catálogo da Netflix, com previsão de chegada pra 19/02.



3-Esplendor (Hikari)
O filme sublimemente dirigido pela grande Naomi Kawase (o Segredo das Águas, Sabor da Vida) e protagonizado pela linda Ayame Misaki (Go-Busters, Cutie Honey The Live) ganhou o Prêmio do Juri Ecumênico em Cannes, e foi exibido na 41ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. A distribuidora Imovision é a responsável pelo filme no Brasil que está previsto para estrear em 26/04 nos cinemas.






4-O Terceiro Assassinato
Também pela Imovision, O Terceiro Assassinato dirigido por Hirokazu Kore-eda (Nossa Irmã Mais Nova, Depois da Tempestade) trazendo Masaharu Fukuyama (Galileo) como protagonista, tem estréia prevista pra 31/05 nos cinemas.


5- Lupin III
O filme Live Action do que provavelmente é o ladrão mais querido do Japão (neste encarnado por Shun Oguri) está no catálogo divulgado pela A2Filmes e pode aparecer mais cedo ou mais tarde por aqui. Lembrando que ano passado eles lançaram o Terraformars, além de um já extenso acervo de filmes japoneses anteriormente lançados em DVD pela Focus e alguns atualmente disponíveis em Streaming.  


6-Antes Que Tudo Desapareça (Sanpo suru shinryakusha)
Do diretor aclamado Kiyoshi Kurosawa (Cure, Tokyo Sonata) Antes Que Tudo Desapareça foi exibido em grandes festivais incluindo o Festival de Cannes 2017. O filme será lançado no Brasil pela distribuidora Zeta Filmes, e tem previsão de estréia pra 12/04. (E pra você que certamente vai procurar um Kamen Rider no filme, nesse temos o Mahiro Takasugi, conhecido como "Mitchy" pelos fãs de Kamen Rider Gaim)




7-KIBA the Dark Knight Gaiden
Os fãs de Garo provavelmente tem sentimentos mistos com relação à Sato Company, afinal faz bastante tempo que eles começaram a trabalhar com a franquia por aqui, por enquanto tivemos apenas 2 filmes lançados que podem ser conferidos na Netflix ou no Looke, mas entre o material divulgado pela distribuidora tivemos trailers do Filme Spin-off focado no Cavaleiro Negro. Esperamos que saia o quanto antes, e estamos aqui pra apoiar o lançamento, mas enquanto não sai vamos revendo Red Requiem e Tougen no Fue na Netflix.



8-Attack on Titan (Shingeki no Kyojin)
ESSE FILME! Dirigido por Shinji Higuchi, o Live Action do Anime de grande sucesso traz um estilo bem característico do Tokusatsu, com direito a monstros gigantes e maquetes sendo quebradas, no elenco temos nomes conhecidos como Haruma Miura (Captain Harlock), Rina Takeda (K.G. Karate Girl, High Kick Girl, Dead Sushi), Shu Watanabe (Kamen Rider OOO) e Ayame Misaki. O filme já foi lançado nos EUA, e chega ao Brasil pela Sato Company.



9-Oh Lucy!
O primeiro longa da diretora Atsuko Hirayanagi é uma versão estendida de um curta lançado pela mesma em 2014. O filme que também foi exibido na 41ª Mostra SP será lançado aqui no Brasil pela distribuidora Imovision.

10-Novos filmes da franquia Ultraman
Os filmes da família Ultra... Já tivemos bastante filmes dos Ultramen por aqui (se minha conta tiver certa foram 9 na coleção de DVDs da Focus) os prováveis próximos lançamentos da franquia por aqui são os filmes de Ultraman Ginga S ("Gekijô-ban Urutoraman Ginga S kessen! Urutora 10 yûshi!" 
dirigido por KOICHI SAKAMOTO) e Ultraman X ("Gekijouban Urutoraman X: Kitazo! Warera no Urutoraman" dirigido por Kiyotaka Taguchi) ambos pela A2 Filmes.


E ai, qual dos filmes você está ansioso pra ver? Qual vocês acham que é trolagem minha e não vai chegar nem em um milhão de anos? Qual já tem um trocado reservado na carteira pra assistir? Manda o seu feedback nos comentários aqui ou nas redes sociais, e vamos trocando ideia sobre com os amigos! 


domingo, 4 de fevereiro de 2018

Postado por HENRIQUE 12:53 in , , ,

Takayuki Tsubaki ( Kamen Rider Blade ) é um dos poucos atores que ja passaram por Kamen Rider, que possuem uma forte ligação com seu personagem até hoje. E mesmo depois de tantos anos, Takuyuki mostra seu amor pela serie em diversos momentos em seu instagram. Um dos posts mais recentes dele, foi jogando em um fliperama com o seu tão querido Kamen Rider Blade. Confira...

sábado, 3 de fevereiro de 2018

Postado por Otoya M. 18:27 in , , ,

Fala galera!
Uma boa notícia pros fãs do recém finalizado Uchuu Sentai Kyuranger e dos V-Cinemas Space Squad, foi anunciado o filme Uchuu Sentai Kyuranger vs Space Squad como parte de uma nova linha de filmes intitulada "V-CINEXT".


O filme será dirigido pelo (incrível, fantástico, maravilhoso, genial, estupendo, excelente, grandioso, magnífico e lindo) Koichi Sakamoto que entre seus trabalhos tem os outros filmes do Space Squad e a duologia "Next Generation". O roteiro ficará por conta de Nobuhiro Mouri, roteirista principal na série Uchuu Sentai Kyuranger.

Koichi Sakamoto (em evento divulgando Dino Force Brave)

No elenco do filme temos confirmados os 12 Kyurangers e 2 dos novos Uchuu Keijis Gavan (Geki Jumonji) e Shaider (Shu Karasuma). 


O V-CINEXT: Uchuu Sentai Kyuranger vs Space Squad será lançado diretamente em Home Video (Blu-ray e DVD) e está previsto para 8 de Agosto desse ano.

Postado por HENRIQUE 04:30 in , , , ,

Graças ao Photoshop, criatividade e um Godzilla de 8 dólares, Kieran Murray usa seu perfil no Instagram documentando suas aventuras pelo mundo.

CONTATO

unirider2@gmail.com

Destaque

Search

Atividades