quinta-feira, 7 de maio de 2015


A equipe do Tokusatsu Network entrevistou recentemente a atriz Michiko Makino (Hikaru de Bioman ), ela revela na entrevista como conseguiu o papel em Bioman, e de como foi para ela fazer um papel que exigia tanto esforço. Conheça um pouco sobre ela nessa primeira parte da entrevista.  


Muito obrigado por ter vindo aqui hoje.
Por que você decidiu ser atriz?

Houve um concurso de beleza na minha universidade, e parte do prêmio era aparecer na capa da Asahi Weekly (Uma revista). Um fotógrafo muito famoso chamado Kishin Shinoyama tirou as fotos, e um dos produtores da Toei as viu.  Ele me ofereceu uma proposta como atriz, e foi assim que Bioman se tornou meu primeiro trabalho.

Como você conseguiu um papel em Bioman?

Eu, na verdade, fui chamada pelo produtor e visitei alguns escritórios em Ginza. Eu conheci o produtor Suzuki e o produtor Tabe, eles me perguntaram se eu estaria interessada em atuar em um programa infantil. Bem, se era um programa infantil eu aceitaria, mesmo meus pais não estando muito contentes, mas eu disse "sim". O produtor me disse para sintonizar a TV no sábado, para ter uma idéia de que tipo de show eu iria fazer. Então eu sintonizei, foi quando descobri pela primeira vez que eu iria me transformar em um herói Sentai, tipo o Goranger.

Como foi o processo de audição?

Então, como eu disse, eu recebi uma oferta diretamente. Ou seja, eu não fiz nenhum teste, só recebi a oferta e aceitei. Então, as filmagens começaram, foi quando conheci os outros quatro, e falei com eles. Descobri que diferente de mim eles passaram por um processo de audição. Eles ficavam falando de o quanto estavam felizes por terem conseguido os papeis depois de 3 cansativas audições. Eu apenas cheguei e disse que não precisei de nenhuma para conseguir o meu papel, e os quatro ficaram furiosos comigo... Sim eu não era muito discreta se quer saber rs.

Houve muitas dificuldades durantes as filmagens?

Ao contrario de hoje em dia, não havia CGI em tudo, as cenas de ação e explosão eram feitas por nós mesmos, os atores reais. Mesmo eu não tendo nenhuma experiencia em ação, e havia  muitos episódios com as duas membros femininas do grupo. Tanaka, a membro Yellow do grupo, pertencia ao Accção Japan Club, ela era muito boa com as cenas de ação, e houve muitos momentos em que aparecemos juntas. Por exemplo, no filme fomos colocados no topo de uma pedreira e houve uma grande explosão, e tínhamos que saltar ao sinal dos diretores, mas quando me deparei ali, vi que era ridiculamente alto e eu comecei a perguntar a todos "Eu que vou fazer isso? Eu mesma?". Eu estava à beira do desespero, mas já que eu era uma novata, eles me perguntaram: "Você pode fazer isso?" e eu disse "Sim... posso..." E bem, como já era de se imaginar... Quando eles disseram "ação," Yellow saltou! Mas eu fiquei com medo e pulei um pouco atrasada. E logo após isso, a equipe responsável pelas explosões ficou furiosa comigo e me disseram que foi muito perigoso o que eu fiz. E eles estavam certos, eu teria me queimado se tivesse sido mais lenta do que fui. Havia muitas coisas perigosas na época, tipo a espada de fogo que o Red usava, se fosse hoje em dia, ela definitivamente seria feita com CGI, mas naquela época eles banhavam a espada em diesel e ateavam fogo para que ele pudesse agita-la durante as lutas, e estava muito quente quando filmamos isso rs.

Você teve momentos memoráveis?

Claro, eu fui a personagem enquanto ela não estava transformada, mas depois de transformada, era a vez do Sr.Takeda (Dublê) ser a Pink Five. Lembro que nos últimos episódios eu tinha que fazer varias cenas em que eu usaria o capacete, e é claro que o Sr.Takeda teria que entrar em ação. Bioman Pink não era completa sem o Sr.Takeda, lembro que seu desempenho era tão feminino, mas do que eu até, ele foi uma Pink incrível. Só existiu uma Pink graças ao Sr. Takeda, então eu não acho que é exagero quando digo que o desempenho da Pink foi praticamente todo dele. E eu era uma atriz novata, quando o Sr. Takeda desempenhava a Pink, ele sempre me dava conselhos sobre a forma que eu deveria falar durante as gravações de voz. Por isso os dois últimos episódios praticamente devo a ele. Mas, realmente, quando eu ouvia "ação" e começava a lutar, eu podia sentir as lagrimas escorrendo no meu rosto, e eu não podia enxugar o rosto por causa do capacete, meu rosto estava todo molhado e virava uma bagunça fazer a cena. Por isso eu sempre tinha o Sr.Takeda para me aconselhar nessas cenas, mas dentro do capacete meus olhos estavam cheios de lagrimas. Foi uma despedida muito triste. Eu chorava durante as minhas cenas e chorava vendo os outros fazendo as cenas deles. Eramos como uma família. Uma equipe que ficou junta por um ano, diariamente desde o início da manhã até o fim da tarde ou da noite. Por isso, foi muito difícil dizer adeus.

O que você achava da sua personagem, a Hikaru?

Provavelmente eu sou a pessoa que mais gosta no mundo da Hikaru Katsuragi. Para começar, eu não tinha nenhuma experiência em atuação quando Bioman começou. O escritor teve que fazer com que a personalidade dela fosse o mais próximo da minha possível. A personagem Hikaru Katsugari era uma estudante de universidade que tocava musica, e sua personalidade foi escrita para ser bastante parecida com a minha. E além disso, eu tinha isso dela, uma garota forte que mostrava grande coragem quando lutava contra seu adversário. Então Hikauru Katsugari era basicamente esse modelo de menina. Não acho que eu seja a unica que gosta dela, mas acho que eu sou a sua maior fã.

O que veio depois de Bioman terminar?

Quando Bioman começou houve um grande impacto, e as estudantes universitárias tornaram-se uma grande tendência. Apareceram muitas ofertas, mesmo enquanto ainda estava gravando Bioman. Entre as mais notórias, houve uma proposta para um programa matinal,  o programa iria se chamar "Viagens de trem com Michiko Makino", era um programa com viagens e tudo mais. Houve também sessões de fotos para revistas. Meus pais, que tinham sido contra desde o início, colocaram um fim a tudo isso, especialmente porque muitas das ofertas eram bem indecentes, como sair semi nua em revistas masculinas. Meu pai me arrumou um apartamento, eu estava vivendo sozinha e ao mesmo tempo não, pois meu pai sempre estava lá rs. Então, ter pais muito conservadores e as ofertas de fotos semi-nuas e tal, me fizeram voltar para a casa dos meus pais. 

Sou HR, e vem mais Michiko por ai minna!


0 comentários:

Postar um comentário

Destaque